Finanziamenti – Agevolazioni

Siamo operativi in tutta Italia

Itália entra nas Paralimpíadas querendo superar campanha de 2016 [24/08/2021]


SÃO PAULO, 24 AGO (ANSA) – Com uma delegação recorde de 115 paratletas, a Itália chega aos Jogos Paralímpicos de Tóquio, no Japão, com a meta de superar a campanha de 2016, no Rio de Janeiro, quando conquistou 39 medalhas, sendo 10 ouros, 14 pratas e 15 bronzes.   

O retrospecto italiano em 2016 foi o melhor desde a edição de 1968, em Tel Aviv, quando o país também conseguiu 39 pódios. O recorde de medalhas do time azzurro foi alcançado em Roma 1960, quando faturou 80.   

Em Tóquio, as chances da Itália de quebrar seu recorde histórico são baixas, mas o país pretende ter um desempenho melhor do que em 2016, além de tentar ultrapassar a marca de 45 medalhas conquistadas na edição 1964 do megaevento esportivo, que também foi na capital japonesa.   

Na competição, que acontecerá entre 24 de agosto e 5 de setembro, a equipe azurra contará com 115 paratletas em 16 modalidades. O número de competidores é cerca de 14% maior em relação aos Jogos do Rio de Janeiro. Além disso, a presença feminina é superior a masculina, sendo 63 atletas mulheres e 52 homens.   

A natação é prevista para ser uma das modalidades mais fortes da Itália em Tóquio, com ótimas chances de medalhas. Na Copa do Mundo de 2019 da modalidade, os nadadores do país faturaram 20 pódios.   

Entre os principais nomes da natação da Itália estão o porta-bandeira Federico Morlacchi, Simone Barlaam, Stefano Raimondi, Antonio Fantin, Francesco Bocciardo, Efrem Morelli, Carlotta Gilli, Arianna Talamona e Arjola Trimi.   

Outra disciplina que deverá fazer os torcedores italianos sorrirem é o ciclismo, que vem de grandes campanhas nas últimas competições. Entre os destaques estão Fabrizio Cornegliani, Luca Mazzone, Giorgio Farroni, Paolo Cecchetto e a interminável Francesca Porcellato, de 50 anos, que disputará sua 11ª Paralimpíada.   

Assim como nos Jogos Olímpicos, o atletismo italiano vem muito forte e não é descartada a possibilidade de conquistar medalhas.   

Os torcedores podem ficar de olho em Assunta Legnante, Martina Caironi, Monica Contraffatto, Ambra Sabatini e Oney Tapia.   

A esgrimista Bebe Vio, outra porta-bandeira da Itália na cerimônia de abertura das Paralimpíadas, lidera uma fortíssima equipe do país. A paratleta é um dos rostos mais famosos do esporte paralímpico.   

A cavaleira Sara Morganti, a tenista Giada Rossi e a atiradora Elisabetta Mijno também devem ser acompanhadas com bastante atenção ao longo do megaevento esportivo. Não é excluída as chances de surpresas na canoagem, remo, judô e levantamento de peso. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Source

“https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/ansa/2021/08/24/italia-entra-nas-paralimpiadas-querendo-superar-campanha-de-2016.htm”
Pubblichiamo solo i migliori articoli della rete. Clicca qui per visitare il sito di provenienza. SITE: the best of the best ⭐⭐⭐⭐⭐

La rete Adessonews è un aggregatore di news e replica gli articoli senza fini di lucro ma con finalità di critica, discussione od insegnamento, come previsto dall’art. 70 legge sul diritto d’autore e art. 41 della costituzione Italiana. Al termine di ciascun articolo è indicata la provenienza dell’articolo. Per richiedere la rimozione dell’articolo clicca qui

Finanziamenti – Agevolazioni

Siamo operativi in tutta Italia

La rete Adessonews è un aggregatore di news e replica gli articoli senza fini di lucro ma con finalità di critica, discussione od insegnamento,

come previsto dall’art. 70 legge sul diritto d’autore e art. 41 della costituzione Italiana. Al termine di ciascun articolo è indicata la provenienza dell’articolo.

Per richiedere la rimozione dell’articolo clicca qui